Carregando...
Treinos

Calistenia: como treinar usando só o peso corporal?

Calistenia: treine com o peso do corpo

Cuidar do corpo e atingir a boa forma é o objetivo de muita gente, mas nem todo mundo se adapta à rotina de academia. Se você foge de ambientes fechados e repetições de exercícios ou apenas busca outra alternativa de exercícios físicos, talvez seja a hora de considerar a Calistenia.

A calistenia é um exercício funcional que trabalha os músculos sem pesos e repetições desgastantes, usando apenas o peso do seu próprio corpo.

Treine em casa, ao ar livre, ou mesmo na sua academia. Com muito pouco, você consegue atingir resultados incríveis.

Sem restrição etária, a calistenia quebra os ciclos de repetição e sempre oferece um desafio novo a ser superado. Por isso, é a melhor forma de aliar um corpo definido com uma rotina que foge da mesmice.

Entenda melhor o que é a calistenia e acompanhe as dicas para treinar dentro e fora de casa.

O que é Calistenia?

O domínio corporal é a principal característica do treinamento calistênico, que utiliza exercícios acrobáticos e de força.

Embora ganhe muitos adeptos com o passar dos anos, esta prática nasceu no século 19. Baseada na ginástica sueca, ganhou popularidade inicialmente nos Estados Unidos e na Europa, antes de chegar ao Brasil.

A Calistenia foi se modificando ao longo do tempo. Hoje, por exemplo, é muito comum embalar os treinos com música no estilo street workout.

Isso é feito para sincronizar os movimentos na barra, contando com o som para ajudar a melhorar a sequência de exercícios e envolver ainda mais o público.

Benefícios da Calistenia

Muitos praticantes apontam a superação dos limites do corpo como um dos melhores aspectos da modalidade. Uma vez conquistado o domínio dos movimentos básicos, é possível acrescentar exercícios com maior grau de dificuldade, proporcionando contínua superação de desafios.

A Calistenia também confere autonomia e, por não demandar aparelhos específicos, se torna muito democrática. A pessoa pode realizá-la na academia, mas também em casa, parques, praças e demais ambientes.

Muito além de apenas modelar os músculos, os movimentos calistênicos também trazem outras vantagens e o desenvolvimento simultâneo de habilidades, como flexibilidade, força, coordenação motora, ritmo e equilíbrio.

Além disso, a Calistenia tem potencial de reduzir bastante o percentual de gordura do corpo por causa da intensidade dos treinos. Assim, aliando a rotina de treinos com bons hábitos alimentares, a perda de peso de forma saudável se torna uma consequência natural.

Dicas para treinar dentro e fora de casa

A Calistenia vem para provar que a academia não é o único lugar para trabalhar os músculos. Os movimentos calistênicos buscam exercitar todos os grupos musculares através de diversos exercícios diferentes.

Com pouco espaço e com nenhum ou quase nenhum equipamento, é possível tirar o melhor de cada exercício, aumentando força e resistência.

Em casa ou mesmo em ambientes abertos, é possível fazer sequências de agachamento, por exemplo. Exercícios para as pernas são importantes na calistenia, uma vez que a maior parte do treino é voltada para a região superior.

Abdominais também demandam pouco espaço e oferecem diversas variações, com ênfase em diferentes áreas musculares. Uma superfície reta basta para treinar os músculos da região.

Para quem gosta de treinar usufruindo de uma bela vista, alguns exercícios também se beneficiam da estrutura básica de um parque ou praça. A barra fixa é um exemplo disso.

Elas são facilmente encontradas em parques ou centros esportivos. É preciso apenas se segurar nela e utilizar os braços para erguer o corpo, utilizando o peso do seu corpo e a gravidade para treinar os músculos dos braços, costas e peitoral.

Calistenia em casa

Se você prefere praticar exercícios no conforto do seu lar, também é possível contar com uma variedade de treinos.

Você não precisa se prender a esses exercícios, podendo montar sua própria rotina. Estes que listamos são de nível iniciante e demandam pouco espaço para começar a praticar.

A sequência de treino também tem baixa duração, possibilitando que você pratique em intervalos no trabalho ou antes de sair de casa, por exemplo.

Confira os três treinos básicos para você começar a fortalecer os músculos dentro de casa:

Opção 1

  • 10 flexões de braço;
  • 15 segundos de prancha;
  • 10 abdominais;
  • 10 agachamentos.

Opção 2

  • 10 flexões;
  • 10 subidas de barra;
  • 10 agachamentos com salto;
  • 10 dips.

Opção 3

  • 10 agachamentos;
  • 10 afundos;
  • 45 segundos de polichinelos;
  • 30 segundos de mountain climbers.

Lembrando que é possível mesclar os treinos e praticar em ciclos de três repetições. É sempre bom reforçar a importância do acompanhamento profissional na hora de investir em exercícios físicos. Contar com o apoio de um profissional qualificado diminui riscos de lesões, melhora a qualidade dos treinos e pode inclusive trazer melhores resultados.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de