Carregando...
Treinos

Conheça o HIIT e os benefícios que traz para a saúde

HIIT

O treino intervalado de alta intensidade, ou HIIT, é uma estratégia eficaz e saudável para quem quer perder peso. Além disso, essa atividade apresenta vários benefícios à saúde e uma maior eficiência na definição muscular.

Se utilizando de poucos minutos do dia, descubra o que é o HIIT e como ele impacta na saúde.

O que é o HIIT

Do inglês High Intensity Interval Training, o HIIT é uma modalidade de treinamento que envolve intercalar exercícios de alta intensidade com outros de baixa intensidade ou total descanso. Portanto, um treino de HIIT pode ser composto de um curto momento de sprint e minutos de caminhada lenta, por exemplo.

O treino HIIT pode ser realizado em qualquer lugar e pode contar apenas com o peso do corpo. Assim como alguns exercícios funcionais que envolvem halteres, por exemplo, também podem ser incorporados na rotina HIIT. Pode ser praticada em ritmo iniciante, intermediário ou avançado.

Por intercalar estímulos de alta intensidade muscular e aeróbica, o HIIT acelera o metabolismo, promove uma queima de gordura geral e ajuda na definição. Além disso, a modalidade melhora a capacidade de oxigenação e a resistência do corpo.

Como funciona o HIIT

O HIIT emprega exercícios de alta intensidade intercalados por momentos de recuperação ou repouso. As sequências podem ser repetidas, geralmente, por 10, 20 ou 30 minutos.

Desse modo, o metabolismo é acelerado e a transformação de gordura em energia é mais eficaz e constante. Esse impacto metabólico, inclusive, continua acontecendo no corpo mesmo depois do exercício.

Benefícios para a saúde

Já existem comprovações dos benefícios do HIIT para pessoas com diversas condições crônicas.

Além do aceleramento metabólico, esta modalidade aumenta a resistência respiratória e cardiovascular, auxiliando o exercício de pessoas hipertensas, por exemplo. Pela variação de estímulos, seja corrida, treino com peso ou Tabata, o fluxo sanguíneo e a circulação aumentam.

Para pessoas com diabetes tipo 1 e 2, o treino HIIT demonstrou melhorar os níveis de glicose no sangue, pois envolve um gasto de energia intercalado entre aeróbico e anaeróbico. Esse estilo de exercício auxilia no condicionamento de pessoas sedentárias e que têm dificuldade de controlar os altos e baixos de glicose.

Além disso, por trabalhar com a mobilidade do corpo, o HIIT também pode beneficiar as funções motoras dos portadores de Parkinson. Essa modalidade de exercício, por oferecer níveis mais acessíveis a iniciantes, pode também melhorar a qualidade de vida de pessoas mais velhas.

O HIIT e a perda de gordura

Resultados acelerados e economia de tempo tornam o HIIT uma das atividades mais populares, atualmente. A questão metabólica que envolve essa modalidade é o grande diferencial em comparação a treinos moderados e contínuos.

Um estudo publicado no British Journal of Medicine Sports mostra que ele é capaz de queimar 93% mais gordura do que um treino contínuo. E, se o treino intervalado ainda contar com sprints, é possível perder ainda mais gordura do que numa corrida convencional.

Outro ponto relativo à perda de peso é que este treino possui ação contínua de aceleração metabólica. Mesmo depois de acabar o treino, o corpo continua consumindo grandes quantidades de energia. Isso torna o exercício 50% mais eficaz na queima de gordura do que outros treinos aeróbicos isolados.

Com o HIIT, o corpo perde gordura generalizada, tornando a definição dos músculos mais fácil. O exercício ainda se torna mais dinâmico, pois pode envolver movimentos diferentes a cada treino.

 

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de